Archive for the Izzy stradlin Category

Izzy stradlin

Posted in Izzy stradlin on abril 1, 2010 by thiagodeedee

 

 

 

 

 

 

Biografia

Jeffrey Isbell (alguns creditam Isabelle), judeu, nasceu em 8 de Abril de 1962, em Lafayette, Indiana. Influenciado por Alice Cooper, Led Zeppelin e principalmente Rolling Stones, pediu aos pais para comprarem uma bateria. Foi baterista até 1983, quando a trocou pela guitarra. No ensino médio, fundou uma banda com amigos de Lafayette, entre eles ninguém menos que Axl Rose. Depois de sua formatura, Izzy Stradlin se mudou para Los Angeles. Lá tocou bateria e baixo em algumas bandas.

Em Los Angeles, através do amigo Tracï Guns, Izzy conheceu o guitarrista californiano Chris Weber, e junto com ele e Axl Rose, formou a banda Rose, que depois mudaria de nome para Hollywood Rose. Izzy tocava guitarra no Hollywood Rose com um estilo “speed metal”, com riffs poderosos. A banda chegou a compor e gravar pelo menos 10 músicas, entre elas algumas que depois seriam regravadas pelo Guns N’ Roses como “My Way Your Way” (que recebeu nova letra e foi rebatizada de “Anything Goes”), “Wreckless Life” (regravada como “Reckless Life”, sem o terceiro verso da letra original), “Shadow of Your Love” e “Back off Bitch” (regravadas na íntegra).

Eventualmente o Hollywood Rose acabou, mas e Axl e Izzy voltaram a tocar juntos novamente no Guns N’ Roses. Diversos músicos passaram pela banda, mas a formação se estabilizou com Axl Rose, Izzy Stradlin, Slash, Duff e Steven. Apesar de Slash ser sem dúvida o guitarrista mais conhecido da banda, Izzy Stradlin pode ser considerado o principal responsável pela composição das músicas do Guns N’ Roses. Uma história curiosa que comprova isso é sobre a composição de “Sweet Child o’ Mine”, um dos maiores sucessos do Guns N’ Roses. Slash estava tocando o riff de abertura da música “de brincadeira” e Izzy começou a acompanhá-lo. Slash pediu para Izzy parar, dizendo algo como “você não quer fazer uma música com esse riff, não é?”. Izzy disse que sim, que o riff era muito bom e insistiu para que ele tocasse novamente.

A banda tornou-se célebre em 1986 no circuito de Los Angeles, passando rapidamente de desconhecida para principal atração de bares como Roxy, Whisky a Go Go, Troubadour e outros clubes da famosa “Sunset Strip”, em Hollywood. Izzy era uma espécie de mentor da banda nessa época, e defendeu fortemente que o Guns N’ Roses adotasse o visual “glam” fortemente inspirado na banda Hanoi Rocks. Em 1986, o Guns N’ Roses lançou um EP entitulado “Live! Like a Suicide”, que apresentava quatro gravações de estúdio com som de audiência sobreposto na gravação para simular um show ao vivo. Não se sabe qual a opinião de Izzy a respeito desse “engodo”.

Em 1987, o Guns N’ Roses lançou Appetite for Destruction, com 12 faixas, pela Geffen Records. Em uma entrevista sobre o álbum, a banda identificou a música “Think About You” como “a música do Izzy”, provavelmente porque Izzy havia composto a música inteira antes de apresentá-la à banda. A banda saiu em turnê pelos Estados Unidos para divulgar “Appetite…” e também fez uma mini turnê pela Europa com shows na Inglaterra, Alemanha e Holanda. Após um ano de turnê, a banda tornou-se mundialmente conhecida com os hits “Sweet Child o’ Mine”, “Welcome to the Jungle” e “Paradise City”.

Em 1988 a banda lançou seu segundo álbum, que seria chamado “The Sex, The Drugs, The Shocking Truth”, mas eventualmente teve seu nome mudado para “GN’R Lies”. Esse disco continha as quatro músicas lançadas no EP “Live! Like a Suicide” e outras quatro músicas acústicas, incluindo a polêmica “One in a Million”. A balada “Patience”, maior hit desse álbum, foi praticamente escrita por Izzy Stradlin, e Axl Rose fazia questão de dizer isso em todos praticamente todos os shows da banda. Naquele ano, a banda seguiu em turnê pelos EUA abrindo shows para bandas como Aerosmith e também tocou no Japão e na Austrália.

Ao final de dois anos de turnê ininterrupta para promover “Appetite for Destruction” e “GN’R Lies”, Izzy e seus companheiros de banda haviam chegado no topo do rock n’ roll. O Guns n’ Roses podia então bancar uma vida de excessos regada a muito sexo e drogas. Izzy se tornou usuário de cocaína e desenvolveu vício por heroína. O guitarrista chegou a causar confusões em público e foi preso após um escândalo em um avião, no qual teria urinado no chão e ofendido uma aeromoça, além de fumar na seção dos não-fumantes.

Em 1989, Izzy realizou um sonho de sua vida quando o Guns N’ Roses abriu quatro shows em Los Angeles para os Rolling Stones. Naquele mesmo ano, Izzy realizaria um sonho ainda maior ao tocar com seus ídolos no palco. Izzy e Axl tocaram a música “Salt of the Earth” em dois shows dos Roling Stones em Atlantic City. Um detalhe extremamente curioso é que Izzy teve que ensinar seu ídolo Keith Richards a tocar a música pois fazia anos que ele não tocava e já não se lembrava mais dos acordes. Após os shows com o Rolling Stones, o GunsNn’ Roses entrou em estúdio para gravar seu próximo álbum.

As gravações de Use Your Illusion começaram ainda em 1989. Segundo Izzy, a banda gravou todas as bases instrumentais para as músicas em cerca de dois meses, mas Axl levou mais de um ano para gravar os vocais. Nesse período, a banda trocou de baterista: Steven Adler foi demitido e em seu lugar entrou Matt Sorum. Izzy não gostou da troca, pois achou que Matt Sorum não tinha o mesmo “groove” nem o “feeling” de Steven Adler. Ele não disse nada para a imprensa à época, mas algum tempo depois desabafaria dizendo que a entrada de Matt Sorum havia transformado o Guns N’ Roses numa banda de heavy metal. Também durante as gravações de Use Your Illusion, o Guns N’ Roses ganhou um sexto membro, o tecladista Dizzy Reed.

Em janeiro de 1991, a banda fez dois show históricos no Rock in Rio II, no Rio de Janeiro, apresentando em primeira mão diversas músicas que seriam lançadas em Use Your Illusion. Quatro meses depois, a banda iniciou uma turnê pelos EUA ainda sem lançar os discos. Nessa turnê, Axl Rose começou a comportar-se como uma prima donna e queria controlar os rumos da banda. Izzy irritou-se com os atrasos nos shows e outros problemas. Nesse período o guitarrista estava tentando largar as drogas e a vida em turnê tornava isso quase impossível. Por isso Izzy passou a viajar separado da banda na turnê de Use your Illusion para manter-se sóbrio.

Irritado com o rumo que as coisas estavam tomando – “O que aconteceu com cinco caras tocando rock n’ roll?”, perguntaria depois, sobre toda a confusão e o gigantismo do Guns N’ Roses – Izzy decidiu deixar a banda em 1991. Uma decisão surpreendente, pois fazer parte do Guns N’ Roses em 1991 era o sonho de nove entre dez músicos. Izzy foi substituído por Gilby Clarke, guitarrista conhecido na cena underground de Los Angeles. O último show de Izzy Stradlin como membro do Guns N’ Roses foi no dia 31 de agosto de 1991, no estádio de Wembley, em Londres, na Inglaterra. A música “Live and Let Die” tocada nesse show foi transmitida ao vivo pela MTV durante sua premiação anual “Video Music Awards”.

A banda voltou a tocar em dezembro de 1991 (pouco mais de três meses após Izzy sair) acompanhada por diversos músicos contratados: tecladistas, naipe de metais, backing vocals, etc. Era como se a banda tentasse suprir a ausência de Izzy com a entrada de novos instrumentistas. A verdade é que a partir da saída de Izzy o Guns N’ Roses perdeu seu som característico e passou a ser uma paródia de si mesmo. Izzy chegou a retornar ao Guns por cinco shows da banda em 1993 quando Gilby Clarke machucou o braço, mas foi só. Ainda que tenha seguido tocando sem Izzy por mais dois anos, a banda não gravaria mais nenhum disco inédito após sua saída. O Guns N’ Roses não suportou a perda.

Pouco tempo após sair da banda, Izzy Stradlin reuniu o guitarrista Rick Richards, o baixista James Ashurst e o baterista Charlie Quintana para gravar um disco. Em 1992, ele lançou o disco “Izzy Stradlin and the Ju Ju Hounds”, cujo maior sucesso foi a música “Shuffle it All”. Izzy saiu em turnê mundial com sua banda e planejava gravar novos discos, mas as vendas decepcionaram e a banda acabou de desmanchando. Antes disso, a banda chegou a lançar um EP com gravações ao vivo no Japão. Existem também alguns bootlegs de shows dessa época. O álbum foi descrito por um crítico de música como “o melhor disco dos Rolling Stones não feito pelos Stones”.

Após o fim dos Ju Ju Hounds, Izzy passou um lomgo tempo sem gravar. Em 1998, lançou seu segundo álbum solo, “117°”, que contou com a participação de Rick Richards e do seu companheiro de Guns N’ Roses, Duff Mckagan. Nos anos seguintes lançaria mais seu terceiro, quarto e quinto álbum sol “River” (1999), “Ride On” (2000) e “On Down the Road” (2001), os dois últimos lançados apenas no Japão. Izzy chegou a gravar um novo álbum “Like a Dog” mas não o lançou imediatamente, tendo produzido apenas 975 cópias promocionais que não chegaram a ser distribuídas para rádios. Após os fãs organizarem uma petição na internet, Izzy decidiu comercializar “Like a Dog” diretamente pela internet, por US$ 20,00 (incluindo taxa de entraga para qualquer lugar do planeta). Informações sobre como comprar o disco podem ser encontradas no site http://www.beenafix.com e outros sites de fãs de Izzy.

Entre as melhores músicas de Izzy Stradlin estão as baladas “Sweet Caress” (do disco “On Down the Road”) e “Chop Away” (de “Like a Dog”), que faz lembrar muito Patience, tanto pela qualidade como pelo alto potencial de se tornarem hits mundiais, o que não acontece porque a carreira de Izzy Stradlin é solenemente ignorada pela mídia.

Em 2003, Izzy voltou a tocar com Duff, Slash e Matt Sorum durante o processo de formação da banda Velvet Revolver. Os quatro músicos gravaram cerca de 15 músicas que foram descritas por Slash como “o melhor álbum instrumental do Guns N’ Roses”, mas que nunca foram lançadas. Alguns fãs do Guns N’ Roses seriam capazes de fazer loucuras para obter essas gravações. Na época, Izzy chegou a sugerir que os quatro saíssem em turnê, mas Slash, Duff e Matt queriam encontrar um vocalista. Izzy desistiu de permanecer com o trio, que eventualmente formou o Velvet Revolver com o cantor Scott Weiland e o guitarrista Dave Kushner. Izzy chegou a fazer algumas participações especiais em shows do Velvet Revolver. No mesmo período, Izzy juntou-se novamente aos antigos companheiros de banda num show do Camp Freddy. Acompanhados por outros músicos, Izzy, Slash, Duff e Matt tocaram “Mr. Bronstone” e “Jumpin’ Jack Flash”, com Izzy nos vocais.

Em 2004, Izzy gravou duas músicas com Steven Adler, sendo uma delas “Do You Love Me” (uma das favoritas de seu ídolo Johnny Thunders), que foi divulgada na internet. As gravações nunca foram lançadas comercialmente.

Em 2006, surpreendendo muitos fãs, Izzy subiu ao palco junto com o Guns N’ Roses, a nova formação da banda que conta com Axl Rose e músicos que não faziam parte da formação original. Foi a primeira vez que Axl e Izzy apresentaram-se juntos em público desde 1993. A primeira aparição de Izzy nos shows do Guns N’ Roses aconteceu em Nova Yorque, em maio de 2006.. Após isso, Izzy voltou a tocar com a banda inúmeras vezes na Europa, em músicas como “Think About You”, “Nightrain”, “Used to Love Her”, “Patience” e “Nightrain”. Ao longo da turnê, Izzy passou a tocar também a música “You Gotta Move” e, no penúltimo show da turnê européia do Guns N’ Roses, tocou três covers com a banda: “Sailing” (Rod Stewart), “Back in the USSR” (Beatles) e “Sway” (Rolling Stones).

No final de 2007, Izzy lançou o álbum Fire, o oitavo disco solo da carreira e o primeiro totalmente acústico. Infelizmente, o álbum foi lançado apenas no formato digital, pela loja virtual de música ITunes.
 
Albuns
izzy stradlin And The Ju Ju Hounds (1992)
link  quebrado depois arrumo!!!www.4shared.com/file/201736948/46cce02f/Izzy_Stradlin_And_The_Ju_Ju_Ho.html
Izzy Stradlin River (2001)

link www.4shared.com/account/file/201282178/cb8dd5a1/Izzy_Stradlin_-_River.html

Izzy Stradlin like a dog (2005)

link www.4shared.com/file/201743188/6194d2b9/Izzy_Stradlin_-_Like_a_Dog.html

Anúncios